quarta-feira, 6 de março de 2013

Raquel

Não te posso dar ouro nem incenso. 
Apenas palavras . 
Palavras que por si só não têm valor , mas que uso para transmitir o meu amor . Um amor insano , sonhador , porventura irrealizável ,  mas incondicional , sentido e verdadeiro. 
Não estou mais em altura de ter medo nem vergonha de te dizer , Raquel , que te quero , que te amo , que  te desejo.
Acordo a pensar em ti e , mesmo não sendo possível , sinto o teu perfume à minha volta assim que , pela manhã , respiro as primeiras golfadas de ar .