sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Passagem do tempo

Agora que me encontro com 54 anos , percebo como o tempo passa a uma velocidade enorme , contrariando cruelmente a sensação , tantas vezes repetida , da lentidão na passagem das horas que outrora tinha .

Interrogo - me  , simultaneamente , de como fui e sou capaz de desperdiçar tanto tempo ou com coisa nenhuma ou com receio de viver.