terça-feira, 31 de outubro de 2017

Um frio gélido atravessa-me o corpo atingindo a alma . Não há vozes em redor , nem fogueiras , nem luz. Só o silêncio ! O silêncio que inunda o coração , o silêncio que abafa e leva com ele a esperança . O dia já se fez noite mas nem uma estrela escuto neste lugar onde me encontro. Não sei se amanhã estarei vivo mas se estiver espero ver-te à janela