terça-feira, 24 de março de 2015

R.I.P - Herberto Helder





Herberto [1930-2015]
os capítulos maiores da minha vida, suas músicas e palavras,
esqueci-os todos:
octagenário apenas, e a morte só de pensá-la calo,...
é claro que a olhei de frente no capítulo vigésimo,
mas não nunca nem jamais agora:
agora sou olhado, e estremeço
do incrível natural de ser olhado assim por ela

[in Servidões]




Roubado ao mural do FB de Carlos Vaz Marques em 24.03.2015.